Carreira

Por uma educação que encoraja – Minha carta de motivação

Uma educação que encoraja - carta de motivação

Eu acredito que uma das melhores sensações no mundo é saber o que queremos fazer profissionalmente. No entanto, descobrir nossas paixões – e como transformá-las em empregos que paguem as contas – pode ser bem desafiador.

No Brasil, o sistema educacional não foi desenhado para ajudar as pessoas a descobrirem suas aptidões e interesses. Ao invés de enfatizar habilidades e incrementar aquilo que já se destaca, nossas escolas tendem a focar nas dificuldades e gastam energia (e recursos) excessivos nas disciplinas e tarefas nas quais não nos saímos bem.

Quando não somos encorajados a ouvir nossas vontades e necessidades para tomar decisões conscientes sobre o nosso futuro, com frequência escolhemos carreiras que não gostamos ou com as quais nos identificamos.

Vi muitos dos meus amigos irem de um curso a outro tentando se encontrar. Minha própria jornada acadêmica e profissional também não tem sido linear. Mesmo com o diploma do primeiro curso na mão em 2015, foi só recentemente que descobri qual caminho profissional seguir.

Me formei em Relações Internacionais. Escolhi essa área porque estudar diferenças culturais, linguagens (e como trazem consigo as histórias dos povos) e o funcionamento do mundo sempre me fascinou. A ênfase em marketing dada pela minha faculdade de alguma forma acrescentou e juntos representavam tudo que me interessava.

Mas depois da formatura as opções só cresceram. Eu não sabia onde me especializar e decidi cursar um segundo bacharelado – agora na área de comunicação. Jornalismo me ensinou como entrevistar pessoas, como construir uma narrativa e contar histórias em diferentes formatos e usando diferentes canais. Aprendi sobre fotografia, edição, narrativas e layout. Expandi minhas habilidades profissionais e abri um mundo novo de oportunidades – onde eu finalmente conseguia me enxergar.

Trabalhando como líder de projeto em um estúdio de comunicação estratégica, tive a oportunidade incrível de liderar o reposicionamento de uma marca de roupas. Coordenar os estudos de mercado, realizar a pesquisa de marketing e criar a nova estratégia da marca parecia certo. Desde então, soube que era isto que deveria fazer. Era boa nisso e, melhor, me sentia incrível com o resultado. 

Agora que sabia a resposta para uma das perguntas mais difíceis da vida (“O que você quer fazer quando crescer?”), o próximo passo era me preparar para tal. Quero ser a melhor profissional que posso ser, e acredito que voltar a estudar vai me ajudar a chegar lá. 

Acredito na educação que encoraja e possibilita a experimentação para que possamos construir nós mesmos nosso futuro profissional.

Acredito que um ambiente colaborativo e multicultural é um solo fértil para que profissionais incríveis floresçam.

Acredito que ter a chance de estudar e trabalhar com pessoas de diferentes países, culturas e áreas é chave para que os profissionais se preparem para a realidade conectada e diversa em que vivemos hoje.

Escolhi um mestrado numa universidade de negócios como próximo passo para complementar minha trajetória e me levar onde quero ir. 

Já pensou qual é esse passo pra ti?

por Luiza Reck Ortigara

0 comments on “Por uma educação que encoraja – Minha carta de motivação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *