Comportamento Futuro do Trabalho

O segredo daqueles que constroem seu próprio caminho

O segredo daqueles que constroem seu próprio caminho

É possível construir o seu próprio caminho para a mudança, de uma forma que te sirva e encaixe no seu contexto. A primeira coisa que vem a mente de muitas pessoas quando escutam “construa o seu próprio caminho” é “Mas como?”.

Ter um caminho único, ao mesmo tempo que traz o sentimento de empolgação e realização, e nos faz pensar “que incrível seria poder trilhar a minha própria rota, com escolhas e experiências que fazem sentido pra mim”, também nos traz o receio, o medo, e a dúvida. Porque trilhar o seu próprio caminho significa ir pelos caminhos menos percorridos.

Significa ir pela mata e abrir a trilha, se deliciando com o prazer das descobertas e lidando com os desafios ainda não conhecidos.

Sucesso ou fracasso é uma ilusão

Quando se escolhe dizer não para os caminhos que vieram prontos e que claramente não apresentam a realização ou a felicidade buscada, decidir ir em busca do seu próprio caminho é a grande conquista de felicidade real.

O fracasso ganha uma outra perspectiva quando entendido do ponto de vista de que estamos em uma posição de fuga da vida e apenas nos questionando por que ela não pode nos oferecer mais. Sem perceber, estamos apenas abrindo mão de nós mesmos, na expectativa de que o caminho que nos apontaram nos levariam para onde queremos ir, no entanto nunca nos perguntaram: para qual direção deseja seguir?

A felicidade, assim como o “sucesso”, não é um resultado, ninguém chega no estado “feliz” e pronto “vou estacionar aqui até o fim da vida”. Feliz e sucesso é o processo de caminhar pela trilha do que tem significado para nós. É a satisfação de saber que se está nesse processo de descobrimento de si e do mundo por uma vida com mais significado.

Não existe fórmula pronta para desenhar o seu caminho, afinal se existisse, ele não seria unicamente seu 🙂 Mas o processo para trilha-lo tem vários aspectos em comum e é isso que vamos dividir com você!

Como construir o seu próprio caminho

A verdade é que esse processo nunca termina, ele só se inicia, e dentro dele ocorrem ciclos que passam por quatro fases:

1. Olhar para dentro

Auto-conhecimento é uma prática, e saber qual a direção que vamos seguir vem de dentro. Entender nossos interesses, capacidades, habilidades, desejos, questionamentos e medos. Tudo isso é fundamental. A pergunta que nunca cessa é: “É por aqui?”. Ela sempre vai estar na nossa mente quando decidimos seguir pela nossa própria trilha. E a referência que temos para isso são as informações que coletamos sobre nós mesmos.

2. Mapear fora

Tendo em mente para qual direção queremos ir, vamos buscar por pessoas que parecem também estar indo na mesma direção que nós. Calma, não vamos pela trilha deles, vamos apenas buscar referências e dicas de como eles estão indo por lá.

Como fazer isso na prática?

Observe as pessoas em quem você se espelha e busque entender os caminhos que eles fizeram até agora. O que estudaram? Quais trabalhos realizaram? Lembre-se de que o caminho nunca é linear. Por isso uma mensagem ou um email convidando para uma conversa, para entender como tem sido essa jornada, pode ser bem interessante nesse momento.

3. Descartar o que não te serve

Não é porque algo funcionou para outra pessoa que vai fazer sentido para você. Essa é a etapa de se questionar se as pistas deixadas pelas pessoas que você admira estão mesmo alinhadas com as suas coordenadas (aquelas que você descobriu dentro de si).

Não tenha medo de descartar e dizer “Isso não me serve, obrigada”. Esse é um dos aspectos-chave para se manter no seu caminho. Envolve confiar em si mesmo e na direção que se quer seguir, porque é muito natural que em determinado ponto do caminho, nos perguntamos “Será que o caminho do outro não é melhor?”, “Será que faz sentido eu continuar por aqui?”.

Tudo bem ter essas dúvidas, são naturais. Procure desenvolver o hábito de dizer “Uau, isso é incrível mesmo, mas não, obrigada.”

4. Incorpore o que te impulsiona

Assim como você vai identificar coisas que não te servem, também vai identificar coisas que fazem muito sentido para você! Abrace-as! Persiga elas. Pistas e ferramentas. Fique atento às ferramentas (conhecimento, sistemas e estratégias) que outras pessoas usam, talvez o caminho delas não seja o seu, talvez nem estão indo na mesma direção, mas as ferramentas que as ajudam em seus caminhos, pode ser muito útil no seu também.

Qual o segredo afinal?

O segredo é a sua disponibilidade para caminhar. Todos aqueles que constroem o seu caminho único em busca de significado e realização, estão dispostos a dizer sim para novas possibilidades e cultivam a prática de auto-conhecimento.

É isso que temos em comum aqui na volar, com caminhos diferentes, seguimos na mesma direção. Identificamos os desafios e os processos comuns das nossas experiências de transição e busca do nosso caminho único de realização profissional, estruturamos o processo e criamos uma metodologia que te ajuda passo a passo a iniciar esse caminho!


Então, gostou do artigo? Divide com a gente qual é a sua opinião sobre esse tema!

Se você está pronto pra dar esse passo, mas não sabe em qual direção seguir ou como começar esse movimento, clica nesse link e dá uma olhada no Almanaque de vôo, talvez ele possa te ajudar com esse seu vôo, lá tem todas as informações que você precisa pra saber se ele faz sentido para você!

Se tiver dúvidas, perguntas, quiser colaborar, ou só dizer O.lar, escreve pra gente em hello@vo-lar.com

0 comments on “O segredo daqueles que constroem seu próprio caminho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *